sexta-feira, 4 de novembro de 2011

O Sul é o Meu País: carta do presidente


Recebi ontem e-mail enviado por Celso Deucher (foto), presidente do Movimento O Sul é o Meu País e Secretário Geral Gesul - Grupo de Estudos Sul Livre, a respeito de texto publicado no blog em 13 de setembro (http://blogdoviteck.blogspot.com/2011/09/o-sul-e-meu-pais.html), sobre o movimento separatista. Segue a carta para conhecimento de todos:

Acabo de receber através do amigo Alvaro Caregnato Salvaro, nosso grande amigo ai em Marechal Cândido Rondon, a matéria/artigo que o amigo escreveu sobre o Movimento O Sul é o Meu País. Bravo caro Cristiano. Ótima abordagem do assunto. Felicito o colega historiador pelas citação de José Bonifácio. Já o Padre Vieira também dizia que este país "no tamanho que está é ingovernável".

Discordamos fraternalmente apenas da afirmação de que "na conversa" não se vai longe. Por ser um Movimento pacífico, acreditamos com todas as nossas forças que é possivel sim, buscarmos nossa independencia sem guerra civil. Afinal, temos que acreditar que a humanidade já está cansada de tanta guerra. Que leve alguns anos a mais, mas certamente compensará, pois ao final, temos certeza, o bom senso vai prevalecer e seremos os melhores amigos e parceiros comerciais dos demais povos brasílicos.

Abaixo lhe envio uma matéria das últimas que largamos para a imprensa sobre a ação que realizamos nas capitais Sulistas no mês que findou.

Receba meu fraternal abraço e meu respeito como jornalista e historiador.


Celso Deucher
Presidente Movimento O Sul é o Meu País
Secretário Geral Gesul - Grupo de Estudos Sul Livre

---
Separação da Região Sul venceria, segundo pesquisa do Gesul

Saber qual a opinião dos cidadãos da região Sul em relação a proposta de criação de um novo país composto apenas por Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Este foi o objetivo principal das pesquisas de opinião realizadas pelo Gesul (Grupo de Estudos Sul Livre) nas três capitais Sulistas, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre.

No último fim de semana, 15 e 16 de outubro o Gesul concluiu a coleta de dados e na manhã desta segunda-feira, dia 17, divulgou os resultados finais das pesquisas que ao todo colheram uma amostra composta de 1991 eleitores das três capitais. Os números causaram surpresa até mesmo para a direção nacional do Movimento O Sul é o Meu País, única instituição na região Sul que defende a proposta de independência deste território.

Porto Alegre é a mais separatista

Desde os tempos do império, Porto Alegre tem sido uma das mais resistentes as propostas de uma possível independência do Sul. Não é atoa que ganhou do imperador o título de “mui leal e valorosa”. No entanto, segundo os dados do Gesul, isso já está se tornando coisa do passado, pois os números comprovaram que entre as três capitais, Porto Alegre é a mais separatista e a que possui o menor percentual de indecisos.

“Os números indicam que a capital gaúcha vem mudando seu perfil em relação a esta proposta ao longo do tempo, pois outras consultas da década de 1990, realizadas principalmente pelo Instituto Bonilha e pelo IBOPE indicavam que poderíamos perder num possível plebiscito naquela cidade”, avalia o presidente do Movimento O Sul é o Meu País, jornalista e professor Celso Deucher. Ele foi um dos que recebeu os resultados com surpresa, pois acreditava numa alta concentração de indecisos e numa disputa acirradissima entre os prós e contra a proposta.

Segundo os dados divulgados pelo Gesul, dos 664 portoalegrenses entrevistados, 48,20% posicionaram-se favoráveis a separação do Sul, sendo que 35,40% colocaram-se contra a proposta e apenas 16,40% ainda estão indecisos. “Ficamos todos surpresos e ao mesmo tempo felizes, pois trata-se de um resultado robusto, nos dando fortes indicativos de que com um bom trabalho naquela capital logo ultrapassaremos os 50% de aprovação. Certamente este é nosso objetivo para 2012, quando novamente pretendemos consultar os eleitores daquela capital”, diz Deucher.

Resultado apertado, mas positivo em Florianópolis

O Gesul já havia divulgado no último dia 8 de outubro os resultados da pesquisa realizada em Florianópolis onde foram entrevistados 663 eleitores e destes, 41,20% se posicionaram a favor da separação, enquanto 40,50% foram contra a proposta e 18,30% confessaram-se indecisos. “É uma vitória apertada, mas que foi muito comemorada por nós do Movimento já que as capitais sempre foram bastante difíceis de se trabalhar a questão separatista”, diz o presidente do Movimento O Sul é o Meu País.

O caso de Florianópolis segundo Celso Deucher possui indicativos importantes para uma análise mais global do fenômeno separatista na região Sul. “O nosso Manézinho da Ilha, assim como quase todos os habitantes da região litorânea Sulista, habitada majoritariamente pela etnia açoriana, historicamente mostrava certa resistência a proposta de secessão, devido a sua forte ligação a etnia portuguesa. A mídia dominante sempre tentou descaracterizar este povo chamando-os genéricamente de portugueses e portanto os mais legítimos brasileiros. Os números comprovam que isso é besteira e que independente da questão de pertença étnica, o florianópolitano decidiu-se pela sua consciência de cidadão Sulista”, avalia Deucher.

Para ele, os números da capital catarinense foram razoáveis, mas precisam melhorar muito para se chegar ao que ele reputa como sendo ideal. Para mudar este quadro, a entidade que dirige desde o ano passado, tem como meta, realizar até setembro do ano que vem um forte trabalho de divulgação da proposta em todo o município. “Na nossa próxima pesquisa tenho certeza que os números serão outros, pois já encarregamos a comissão municipal do Movimento em Florianópolis de turbinar as ações de divulgação”, diz.

Curitiba tem o maior número de indecisos


A capital paranaense também causou surpresa aos dirigentes do Movimento O Sul é o Meu País, mas desta vez pelos números negativos. É a primeira vez nas pesquisas que a proposta de separar a região Sul recebe um “não” de Curitiba. Além disso, os curitibanos são o povo mais indeciso das capitais do Sul.

Ao todo foram pesquisados 652 eleitores e os resultados foram os seguintes: 35,4% votaram a favor da proposta de separação do Sul, sendo que 36,8% declaram ser a contra da separação e 27,8% declaram-se indecisos. “Nossa proposta perdeu por apenas 1,4%, o que consideramos um percentual realmente muito pequeno, visto que a margem de erro da pesquisa é de 5%. No entanto, estes números alertaram aos nossos compatriotas daquela capital mostrando a necessidade de se fazer um grande e duradouro trabalho de esclarecimento da população em relação à questão, pois este número de indecisos indica que as pessoas ainda não conhecem nossa proposta”, diz Celso Deucher.

10 comentários:

  1. essa divisão nunca vai acontecer
    é idiotice pensar que isso seria melhor para o povo do sul, as pessoas que estão a frente desta proposta não iriam se preocupar com o povo e sim com o bolso deles.

    ResponderExcluir
  2. Eu só do risada desse movimento! No fundo, penso que é a minoria, por isso que esse movimento vai caducar e o sul, continuará sendo... Sul do Brasil!

    ResponderExcluir
  3. ningém é feliz sem liberdade ! se é esse o desejo que sejs assim então ´!mas não se esqueçam do centro oeste que foi erguido com a coragem e determinação sulista . não é justo criar uma fronteira sem abraçar aqueles que depois de terem feito o trabalho mais pesado de desbravamento da terra ficaren á margem o centro oeste é sulista o acre tem pai gaúcho ! o sulista com sua coragem foram além ! as pessoas aceitam o movimento mas não aceitam que somente os 3 estados fiquem com a conquista e os outros sulista que desbravaram o cerrado e colonizaram o ms e mt ro,ac e até rr ficam de fora das bodas ! NÃO É JUSTO! galdino fajardo sjn mg

    ResponderExcluir
  4. MORO NO NORDESTE DA AMÉRICA DO SUL (JUS SOLI) E CONCORDO COM O SEPARATISMO SULINO; NÃO É POSSIVEL QUE O SUL CONCENTRE OS CEREBROS DESSE PAÍS QUE ERGUERAM TANTOS MUNICIPIOS FORA E QUE REGIÕES COMO NE, AMAZONIA, MT E CIA QUE CONCENTRAM MAIS DE 50% DOS RECURSOS NATURAIS DO BOSTIL E DA MÃO DE OBRA BARATA FIQUEM A VER NAVIOS ENQUANTO SÓ O EIXO VIA DUTRA-DF FIQUE COM TUDO NOSSO..!!CHEGA DE SERMOS ROUBADOS HA DECADAS SEGUIDAS E DE PERDER NOSSO MELHOR CAPITAL HUMANO POR TERMOS SIDO SABOTADOS SEGUIDAMENTE E POR TANTO TEMPO PELO CENTRALIXO GEOPOLITICO-MERDIATICO DA VIA DUTRA-DF..POR QUE AS EMISSORAS DA VIA DUTRA-DF HA DECADAS PODEM MANDAR SEU VHF PODRE ABERTO PRA CA E NÃO PODEMOS MANDAR DE VOLTA O NOSSO?POR QUE ELES PODEM TER NOSSO MERCADO MERDIATICO E NÃO PODEMOS TER O DELES?

    ResponderExcluir
  5. Sou a favor da separação do sul do pais...O Sul é O Meu Pais...Ja estou cansada de ver meus impostos virarem bolsa familia no nordeste, o Brasil todo tem um grande potencial, o maior erro é deixar um pais imenso e rico como este em maos tao corruptas e desleixadas!! Separar o pais é sim uma solução!! Desta forma, quando o Sul for independente, os governantes do resto do Brasil acabarão por investir mais em GERAÇÃO de renda no norte e nordeste ao inves de fazer DOAÇÃO de renda com os impostos pagos pela região sul!!!!

    ResponderExcluir
  6. Estes alienados se acham o que falando "Sou a favor da separação do sul do pais...O Sul é O Meu Pais...Ja estou cansada de ver meus impostos virarem bolsa familia no nordeste" eu não sou nordestino, pelo contrario, sou de Uruguaiana e já viajei do sul ao centro-oeste e percebi que és um ignorante, procure sai da sua casa e ver que tu és mesmo um alienado e preconceituoso. Outra idiotasse é ter um movimento no nordeste de separatista mesmo sabendo que o mesmo não anda pelas próprias pernas. É lamentável ter pessoas que são revoltadinhas e não fazem nada e chamam o país de "bostil" se o mais chamasse bostil então tu serás um Bostileiro. EU tenho um sobrenome "alemão" mas a maioria dos separatista também tem ou seja, é anti-brasil sim, por começar por isto. Celso Deucher tem raízes alemãs que sabe lá deus por qual motivo então veio para este país, estranho isto né...

    ResponderExcluir
  7. moro em curitiba e ninguem me entrevistou sou totalmente a favor da nossa libertação

    ResponderExcluir
  8. Sou totalmente a favor, vamos nos livrar do governo totalitário do brasil.

    ResponderExcluir
  9. GRUPOS SEPARATISTAS EXISTEM EM VARIAS PARTES DO MUNDO. EX: MEXICO MAIS PRECISAMENTE EM CHIAPAS E NORDESTE DO PAÍS, NA ARGENTINA E CHILE TAMBEM HA GRUPOS SEPARATISTAS O NOME DA REGIÃO SEPARATISTA É CHUBUT OU ALGO ASSIM, NA INDIA, NA CHINA, RUSSIA, ESPANHA HÁ GRUPOS SEPARATISTAS, A CIDADE DE QUEBEC NO CANADÁ É SEPARATISTA. ISSO É OCASIONADO POR FATORES POLITICOS, ECONOMICOS, RACIAIS, CULTURAIS E RELIGIOSOS. NO CASO DO SUL DO BRASIL EU ACHO DISSE ACHO, QUE É POR RACISMO, MAS CREIO QUE SEJA POR MOTIVOS POLITICOS. CREIO QUE MUITOS ESTADOS VÃO QUERER FAZER PARTE DO SUL, COMO GOIÁS, MATO GROSSO E MATO GROSSO DO SUL. ESSAS REGIÕES TEM FORTES LAÇOS CULTURAIS COM O SUL DO BRASIL. NO CASO DE GOIÁS É MAIS NA PARTE DO SUL EM CIDADES COMO JATAÍ, RIO VERDE, MINEIROS OUTRAS CIDADES DESSA REGIÃO. EX: NA CIDADE DE JATAÍ EXISTE A MAIOR FESTA GAUCHA DE GOIÁS, A CAMPEIRA. EU CREIO QUE MUITAS CIDADES DESSA REGIÃO VÃO QUERER FAZER PARTE DESSE MOVIMENTO. UMA COISA É CERTA O GOVERNO DO BRASIL É MUITO CORRUPTO E SUGA MUITO E DÁ POUCO. ESSE MOVIMENTO É UMA RESPOSTA A CORRUPÇÃO. E SE O SUL SE SEPARAR, AQUELAS PESSOAS QUE FORAM CONTRA A SEPARAÇÃO VÃO QUERER SE SEPARAR DO SUL E VOLTAR AO BRASIL?
    E QUAL SERÁ O NOME DESSE PAÍS? BRASIL DO SUL?

    Aldo

    ResponderExcluir
  10. Sensacional esse pensamento.
    Sim, eu fui irônico.

    Reclamam de serem mais desenvolvidos e de sustentarem outros estados.
    Ótimo: usem esse recurso e criem iniciativas para ajudar a desenvolver as outras regiões do Brasil.

    Reclamam do governo federal, dos escândalos, da corrupção etc.
    Diagnóstico correto, tratamento ignorante.
    Se algo está errado, ajude a mudar. Tire quem está estragando e ajude a colocar alguém melhor no lugar.

    Se unam, sim! Mas pelo bem maior de TODO o Brasil.

    É uma atitude COVARDE largar estados mais frágeis e subdesenvolvidos na mão de corruptos e na mão do próprio subdesenvolvimento.

    Isso mesmo: esse movimento é covarde.
    Palmas aos que, por não saber ou conseguir melhorar, tiram o corpo fora e correm, tal como a criança birrenta que pega a bola e estraga o jogo, só porque havia algo que não gostou.

    Deixem de ser covardes e lutem pelo Brasil e pelos interesses de toda a nação (i.e. do povo, não do governo).

    ResponderExcluir